segunda-feira, 13 de setembro de 2010

ESCRITURA DO DIA – Alma 4:19
E assim fez para que ele mesmo pudesse pregar ao povo, (...) a fim de que eles se lembrassem de seus deveres; e para poder, pela palavra de Deus, bater todo o orgulho e as artimanhas e todas as contendas que existiam entre seu povo, não vendo outro modo de reformá-los, a não ser pela força de um grande testemunho contra eles.
 
CITAÇÃO DO DIA
“Assim, irmãos e irmãs, precisamos cumprir nosso dever qualquer que seja ele. Talvez a paz nos seja negada durante algum tempo. Talvez algumas de nossas liberdades nos sejam diminuídas. Talvez venhamos a passar por incômodos. Talvez até venhamos a padecer de uma forma ou de outra. Mas Deus, nosso Pai Eterno, velará por esta nação, e todo o mundo civilizado se voltará para Ele. Ele declarou, "Bem-aventurada é a nação cujo Deus é o Senhor". (Salmos 33:12) Nossa segurança reside no arrependimento. Nossa força provém da obediência aos mandamentos de Deus.
Oremos sempre. Oremos pedindo retidão. Oremos pelas forças do bem. Estendamos a mão para ajudar os homens e mulheres de boa vontade, seja qual for sua orientação religiosa e onde quer que eles residam. Permaneçamos firmes contra o mal, tanto em casa como no exterior. Vivamos de modo a merecer as bênçãos do céu, modificando nossa vida no que for necessário e buscando a Ele, o Pai de todos nós. Ele disse: "Aquietai-vos, e sabei que eu sou Deus". (Salmos 46:10)
Estes são tempos perigosos? São. Mas não há razão para temer. Podemos ter paz em nosso coração e paz em nosso lar. Podemos ser uma influência para o bem neste mundo, cada um de nós pode.”
Presidente Gordon B. Hinckley – A Liahona Janeiro 2002, p. 83
                       
 VOZES DA CONFERÊNCIA GERAL
 “Para compreender o significado da morte, precisamos prezar o propósito da vida. A fraca luz da crença precisa dar lugar ao sol do meio-dia da revelação, por meio da qual sabemos que vivemos antes de nosso nascimento na mortalidade. Em nosso estado pré-mortal, estivemos sem dúvida entre os filhos e as filhas de Deus que rejubilaram por causa da oportunidade de vir para esta desafiadora, porém necessária existência mortal. Sabíamos que nosso propósito era ganhar um corpo físico, vencer as provações e mostrar que cumpriríamos os mandamentos de Deus. Nosso Pai sabia que, devido à natureza da mortalidade, seríamos tentados, pecaríamos e falharíamos. Para que pudéssemos ter todas as chances de sucesso, Ele providenciou um Salvador que sofreria e morreria por nós. Ele não apenas expiaria nossos pecados, mas como parte dessa Expiação, também venceria a morte física, à qual nos tornaríamos sujeitos devido à Queda de Adão.”
Presidente Thomas S. Monson - Conferência Geral Abril 2010
 
ESTA DATA NA HISTÓRIA DA IGREJA
Em 1800 — Nasceu em Marlborough, Estado de Vermont (EUA), Newel Knight, que mais tarde se foi um grande amigo de Joseph Smith e presidente do Ramo de Colesville.
 
NOTÍCIAS DA IGREJA
A Igreja envia ajuda ao Paquistão: Clique Aqui
Veja como ficará o novo site oficial da Igreja: Clique Aqui
Participe da Enquete do mês de Setembro: Você já leu todas as Obras Padrão?  Clique Aqui
Cadastre-se no novo Site de Empregos da Igreja em português.  Clique Aqui
Conheça o novo site Oficial da Igreja em português. Clique Aqui
 
 SUGESTÃO PARA A REUNIÃO FAMILIAR: Encontrar a Paz
“O preço da paz é a retidão. Homens e nações podem proclamar em altos brados: ‘Paz, paz’, mas não haverá paz até que as pessoas nutram na alma os princípios da pureza pessoal, da integridade e do caráter, que promovem o desenvolvimento da paz. A paz não pode ser imposta. Precisa originar-se na vida e no coração dos homens. Não há outra maneira.”
Presidente Thomas S. Monson (Citando um texto do Presidente Ezra Taft Benson) – A Liahona Março de 2004, p. 4 – Hino: Onde encontrar a paz? Nº 73 – Escritura: João 16:33
 
TEMAS PARA ESTUDOS - DOMINGO 26/Setembro/2010
Sacerdócio e Soc. de Soc.: A Liahona Maio 2010, p.56  – “Prosseguir com Paciência.”
Escola Dominical: Lição 36 – O Velho Testamento – “A Glória de Sião Será Protegida” – Isaías 1–6
 
 
 

Seguidores

Mensagens Inspiradoras

Loading...

Eu, voluntariamente, me comprometo a:

• Ser honesto com o Senhor, comigo mesmo e com o meu semelhante.
• Evitar qualquer forma impura de entretenimento.
• Guardar a Palavra de Sabedoria
• Manter-me moralmente puro e limpo.
• Guardar o Dia do Senhor e conservá-lo santo.
• Demonstrar meu amor ao Senhor servindo ao meu próximo.
• De bom grado obedecer a lei do dízimo.
• Continuamente esforçar-me para arrepender-se e receber o perdão através da expiação do Nosso Salvador.