quinta-feira, 5 de agosto de 2010

ESCRITURA DO DIA Mosias 2:5-6

E estamos dispostos a fazer um convênio com nosso Deus, de cumprir a sua vontade e obedecer a seus mandamentos em todas as coisas que ele nos ordenar, para o resto de nossos dias, a fim de que não recaia sobre nós um tormento sem fim, como foi anunciado pelo anjo, e não bebamos do cálice da ira de Deus.

Ora, estas eram as palavras que o rei Benjamim esperava deles; e portanto lhes disse: Dissestes as palavras que eu desejava; e o convênio que fizestes é um convênio justo..

CITAÇÃO DO DIA

“Vamos realmente ser um templo e ser pessoas que frequentam o templo e amam o templo. Devemos ir ao templo freqüentemente, mas com prudência, devemos freqüentar o templo sempre que as nossas circunstâncias o permitam. Não devemos ir apenas por nossos antepassados, mas também pelas bênçãos pessoais da adoração, pela santidade e segurança que estão dentro daquelas paredes sagradas e consagradas.

À medida que freqüentamos o templo, aprendemos mais ricamente e profundamente o sentido da vida e o significado do sacrifício expiatório do Senhor Jesus Cristo. Façamos de nós um templo através da adoração, dos convênios e do casamento no templo que é o nosso objetivo final nesta terra, pois esta é a nossa suprema experiência mortal.”

Presidente Howard W. Hunter – The Teachings of Howard W. Hunter, p. 236

               

 VOZES DA CONFERÊNCIA GERAL

“À medida que vocês, moças, ficam mais velhas, o caminho se torna mais íngreme, e talvez queiram desistir. A vida é mais desafiadora, cheia de decisões e tentações a cada esquina. Satanás sopra os ventos da confusão para que vocês questionem se estão no caminho que desejam seguir. Talvez, sintam-se tentadas a seguir outra rota, mesmo quando há sinais de perigo. Vocês podem duvidar de sua própria capacidade e perguntar a si mesmas, como fez uma moça: “É realmente possível manter-nos virtuosas no mundo atual?” A resposta, minhas jovens amigas, é “Sim!” E meu conselho para vocês é semelhante ao que Winston Churchill deu na Segunda Guerra Mundial: Nunca, nunca, nunca desistam! (Ver “Never Give In”, Londres, Inglaterra, Harrow School, 29 de outubro de 1941.).”

Mary N. Cook – Primeira Conselheira na Presidência Geral das Moças - Conferência Geral Abril 2010

ESTA DATA NA HISTÓRIA DA IGREJA

Em 1844 — Sidney Rigdon se encontrou com os Élderes Parley P. Pratt, Willard Richards, George A. Smith, John Taylor e Amasa Lyman ele defendeu a idéia de que um guardião deveria ser apontado para dirigir a Igreja.

NOTÍCIAS DA IGREJA

Novo Site para Estudo das Escrituras em fase de testes. Clique Aqui

Encontre a Capela mais próxima de onde você encontra. Clique Aqui

Cadastre-se no novo Site de Empregos da Igreja em português.  Clique Aqui

Conheça o novo site Oficial da Igreja em português. Clique Aqui

Participe da Enquete do mês de Agosto: Você já falou da Igreja para um não membro este ano?  Clique Aqui

 SUGESTÃO PARA A REUNIÃO FAMILIAR: O Presente

“Esta vida não é um período para apenas possuirmos e acumularmos, mas sobretudo para doarmos e nos aperfeiçoarmos. A mortalidade é o campo de batalha no qual se confrontam a justiça e a misericórdia. Mas elas não precisam se contrapor, pois se reconciliam na Expiação de Jesus Cristo para todos os que fizerem uso sábio do Presente.”

Élder Lance B. Wickman, "O Presente", A Liahona, Maio 2008, p.103 – Hino: Enquanto o sol brilha Nº154 – Escritura: Doutrina e Convênios 64:23-25, 33

TEMAS PARA ESTUDOS - DOMINGO 08/AGOSTO/2010

Sacerdócio e Soc. de Soc.: Princípios do Evangelho – O Povo do Convênio do Senhor – Capítulo 15

Escola Dominical: Lição 30 – O Velho Testamento – “Ir à Casa do Senhor” – II Crônicas 29-30; 32; 34

Seguidores

Mensagens Inspiradoras

Loading...

Eu, voluntariamente, me comprometo a:

• Ser honesto com o Senhor, comigo mesmo e com o meu semelhante.
• Evitar qualquer forma impura de entretenimento.
• Guardar a Palavra de Sabedoria
• Manter-me moralmente puro e limpo.
• Guardar o Dia do Senhor e conservá-lo santo.
• Demonstrar meu amor ao Senhor servindo ao meu próximo.
• De bom grado obedecer a lei do dízimo.
• Continuamente esforçar-me para arrepender-se e receber o perdão através da expiação do Nosso Salvador.